Newsletter
Facebook
Twitter
Folha de São Pedro
Buscar
Epidemia de Cinomose em São Pedro preocupa donos de cães
A Cinomose é uma doença transmitida por um vírus altamente contagioso. É um vírus resistente. É um vírus bastante agressivo e oportunista, que atinge principalmente os cães que estão com o sistema imunológico enfraquecido (filhotes, idosos ou fracos devi
 É altamente contagiosa entre os cães, sendo causada por um vírus que sobrevive por muito tempo em ambiente seco e frio, e que vem  mostrando mais resistência. É um vírus muito sensível ao calor, luz solar e desinfetantes comuns e, leva quase sempre à morte dos filhotes, porém,  os  cães adultos também podem se contaminar se não vacinados.  A doença  não  escolhe sexo ou raça nem a época do ano.
  “A contaminação  em animais  se dá pelo contato direto com outros animais já infectados, geralmente os animais  dividem o mesmo ambiente,  o mesmo comedouro, bebedouro.   É preciso que os animais  recebem 3 doses da vacina  e que seja importada, nos primeiros três meses de Vida,  a primeira aos 45 dias.” Diz o veterinário Alex Siloto. 
A vacinação deve ser feita por um médico veterinário e somente após um minucioso exame clínico, onde deverá constar que o cão está sadio, sem diarreia, febre e já vermifugado.o profissional fará a aplicação da V10. Esta vacina importada tem um custo médio de  R$ 70,00 por dose.   
O aumento da incidência desta doença,  segundo o veterinário Alex Siloto,  se dá pela falta de vacinação e pela quantidade de cães abandonados no município. “Como eles não vivem em um ambiente com higiene adequada e nem são vacinados, a propagação nos cães de rua é muito maior, já que eles normalmente andam em bandos. Você dificilmente vê um cão de rua sozinho, um vai passando para o outro e de repente estamos nesta situação,  avaliou  com cerca de 1000 animais contaminados com  Cinomose. 
Ao contrário da campanha nacional contra raiva , não existe até o momento uma campanha de prevenção  contra cinomose, parvovirose ou leishmaniose, o correto e o único meio de prevenção é a vacinação.     O animal doente,  pode apresentar, bronquite, pnenumonia, depois vêm as convulsões, incoordenação  motora,  tiques nervosos involuntários. (contração involuntária dos músculos ). “Infelizmente, A taxa de mortalidade da cinomose é de 80% a 90% ou seja, apenas 10% a 20%,  conseguem sobreviver à doença. Muitas vezes o cão não morre da doença, mas fica com sequelas neurológicas tão graves que precisa ser sacrificado. Entre novembro até agora, isso é,  em apenas seis meses, atendi na minha clinica 60 animais com a doença”   informa  Dr. Alex 
Vacinação 
“É  recomendável  vacinar os cães com a vacina importada, porque a nacional não atinge um grau de  proteção satisfatório. Além dos filhotes, que devem receber três doses,  é preciso vacinar os cães adultos   uma vez ao ano, também com a vacina importada, é um pouco mais cara mas é altamente  satisfatória quando a proteção da doença” diz Dr. Alex. 
Já a Dra. Livia, Peres, diz que  atende em sua clinica, uma média de três  casos por semana, nos últimos seis meses, sendo que 80% desses  animais  já haviam sido vacinados com vacinas não consideradas éticas. Vacinas éticas são vacinas  que são vendidas exclusivamente para veterinários em clínicas veterinárias e só podem ser aplicadas pelos mesmos. Em relação a vacinação, o animal antes de ser vacinado deve passar por uma consulta  para verificar seu estado de saúde. O animal não deverá ser vacinado se apresentar qualquer tipo de alteração como aumento de temperatura corpórea, relato de vomito e ou diarreia, perda de apetite ou apatia. Informou a veterinária. 
Portanto, é preciso deixar bem claro que a cinomose é um vírus que pode ser letal, que não possui cura e que cabe aos proprietários o dever de se realizar a vacinação dos seus cães de modo a prevenirem que os seus e os outros possam vir a contrair. Os cães não podem falar a língua dos humanos, necessitando, portanto, que nós, enquanto cidadãos responsáveis, façamos a parte que nos deve, colaborando para a saúde dos nossos amigos e também com a saúde pública de toda uma comunidade.
A prefeitura foi procurada mas não respondeu sobre o surto.
 
Compartilhar:
Enviar notícia por email
X
(O link da notícia será enviado automaticamente)
Sugerir correção para a Folha de São Pedro
X
(O link da notícia será enviado automaticamente)
Desenvolvimento de Sites
Dr Pollyany
Guia São Pedro Online
Desenvolvimento de Sites
Guia São Pedro Online
Dr Pollyany