Newsletter
Facebook
Twitter
Folha de São Pedro
Buscar
Hélio Zanatta tem bens bloqueados pela Justiça Federal por suposta fraude na saúde
Hélio Zanatta (PPS), atual prefeito de São Pedro e mais dois integrantes de sua administração tiveram os bens bloqueados pela Justiça Federal. O pedido foi movido pelo Ministério Público Federal, através do procurador Fausto Kozo Matsumoto Kosako, que denunciou supostas irregularidades na área da saúde, quando, Helinho Zanatta  era prefeito do município de Charqueada. 
A notícia do bloqueio dos bens de Hélio Zanatta, prefeito de São Pedro, Jordano Zanoni, atual administrador da Santa Casa de São Pedro e Valdemir Antonio Malagueta, atual diretor do departamento de compras e licitações da prefeitura de São Pedro, foi confirmada pela  assessoria de imprensa da Justiça Federal de 1º Grau, localizada em São Paulo.
Ainda segundo a nota enviada ao nosso jornal pela justiça federal, tanto Zanatta, como Jordano Zanoni e  Malagueta,  recorreram da decisão, mas o pedido foi indeferido pelo juiz que manteve o bloqueio de bens, no valor total da ação.
Segundo a denúncia movida pelo Ministério Público Federal, três empresas vencedoras de licitações em Charqueada quando Hélio Zanatta era prefeito, eram administradas por um único grupo de pessoas, que fizeram uso de “laranjas” para simular a competição no processo licitatório. Ainda segundo o promotor Dr. Kozo, dos seis produtos comprados com verba federal, cinco tiveram valores superfaturados, como por exemplo, um desfibrilador comprado por mais de 82% do valor de mercado, outros equipamentos adquiridos, segundo o apontamento do Ministério Público Federal, tinham uma qualidade muito inferior ao previsto no edital, motivando assim a denúncia de suposta fraude em licitação e compra superfaturada de equipamentos para a área da saúde.
Todos os envolvidos no processo trabalhavam na prefeitura de Charqueada na época e foram também contratados, em cargos de confiança em São Pedro pelo prefeito Hélio Zanatta.
O promotor que efetuou a denúncia pediu ao juiz e a polícia federal que os denunciados sofram as penalidades previstas no  artigo 90 “Frustrar ou fraudar, mediante ajuste, combinação ou qualquer outro expediente, o caráter competitivo do procedimento licitatório, com o intuito de obter, para si ou para outrem, vantagem decorrente da adjudicação do objeto da licitação” com pena de detenção, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos mais multa,  e também no artigo 96 inciso III “Fraudar, em prejuízo da Fazenda Pública, licitação instaurada para aquisição ou venda de bens ou mercadorias, ou contrato dela decorrente,  – entregando uma mercadoria por outra” com pena de detenção, de 3 (três) a 6 (seis) anos  mais  multa.
A nossa reportagem procurou o prefeito Hélio Zanatta, para que se manifestasse a respeito do bloqueio de bens, porém, até o fechamento de nossa edição, não houve retorno as  ligações.  . 
Hélio Zanatta 
na lista de Fichas Sujas
O atual prefeito de São Pedro, Hélio Zanatta, aparece na lista de responsáveis por contas julgadas irregulares, conhecida popularmente como “Ficha Suja”, divulgada pelo Tribunal de Contas do Estado de São Paulo em junho de 2014.
Segundo o Tribunal de Contas do Estado, a lista divulgada é referente aos processos julgados de outubro de 2006 até junho de 2014. Além de Hélio Zanatta, também está na lista a ex-prefeita Antonieta Antonelli.
A lista foi encaminhada ao Tribunal Regional Eleitoral que é o órgão responsável pelas validações de futuras candidaturas a cargos públicos eletivos.
 
Compartilhar:
Enviar notícia por email
X
(O link da notícia será enviado automaticamente)
Sugerir correção para a Folha de São Pedro
X
(O link da notícia será enviado automaticamente)
Desenvolvimento de Sites
Dr Pollyany
Guia São Pedro Online
Desenvolvimento de Sites
Guia São Pedro Online
Dr Pollyany