Newsletter
Facebook
Twitter
Folha de São Pedro
Buscar
Ideologia de Gênero: “Orientação Sexual” é retirada do Plano Municipal de Educação de Águas
Ideologia de gênero, nos dias de hoje temos ouvido falar nisso com bastante frequência, mas você sabe o que é? Isso é um movimento de alguns segmentos da sociedade que diz: a criança nasce sem um sexo definido, ou seja, nasce e não é menino ou menina (masculino ou feminino) essa concepção de sexo virá somente mais tarde quando a própria criança através de experiências da vida decidirá o sexo que “quer seguir” fazendo assim sua escolha. Essa é, de maneira resumida, a chamada ideologia de gênero. 
Mas essa ideologia que tanto escutamos falar está mais próxima de nós do que imaginamos. Em uma sessão tumultuada e polêmica na Câmara Municipal de Águas de São Pedro, na noite da última segunda-feira (22), com o plenário lotado, o Plano de Educação Municipal, foi votado pelos vereadores. 
O ponto polêmico do plano versava sobre a ideologia de gênero, que no texto surgiu como “Temas Transversais - Orientação Sexual”. 
Depois de muita discussão, inclusive com a visão da professora Dalva Aparecida, secretária de Educação da estância que falou sobre o tema e o fundador da Comunidade Católica Corpus Christi, Glauco Cesar de Paula contrário à ideologia, foi aprovada a emenda do vereador Valdir Aparecido Gibim que excluiu do Plano Municipal de Educação o ítem “Temas Transversais”.
Em entrevista a nossa reportagem o vereador Gibim, disse que respeita toda a diversidade. “O homem ou a mulher são livres para optarem pela sua preferência sexual, mas daí a acreditar que uma criança nasça e seja tratada como um gênero sem sexo é inconcebível é contra a lei divina. Quero deixar claro que o Plano de Educação elaborado pela professora Dalva, diga-se é uma excepcional profissional e que conhece sua área, é de excelente qualidade, assim como o ensino no nosso município, mas este item não poderia passar despercebido, por isso pedi a retirada desse tema do Plano apresentado.” informou o vereador.
A retirada da “Orientação Sexual” dos Temas Transversais do Plano de Educação Municipal de Águas de São Pedro, foi aprovada por cinco votos a  favor dos vereadores Luiz Carlos da Fonseca,  Maria de Fátima Scaranelo,  Ismael Justino de Oliveira,  Marcos Roberto Bonfate,  Valdir Gibim,  e dois votos contrários dos vereador Rubens  Aparecido Antunes e João Victor Barboza. O vereador Ivan Barbosa não esteve presente na sessão. 
As Câmaras Municipais de todo o Brasil, tinham até o dia 24 de junho para votarem e aprovarem seus Planos Municipais de Ensino promovidos pelas respectivas secretarias de educação e muitos municípios aprovaram a orientação sexual ou ideologia de gênero, sem saber exatamente o que se trata ou ouvir a comunidade gerando dessa forma muita polêmica.
Um morador de Águas de São Pedro, Luis Faustino Damião Pinto Braga, ao saber que a matéria seria votada na Câmara Municipal disse “Hoje em dia tudo está “virando aos avessos”, não existem mais valores, comportamentos corretos, comprometimento consigo mesmo e com o próximo. O que vemos hoje são crianças que ainda não têm caráter formado sendo bombardeadas pela mídia com informações incrivelmente desnecessárias. Que só destorcem a realidade. Um exemplo é entre outras coisas, um programa de televisão, seja novela, filme ou reality show, onde um tipo de individuo (normalmente um homessexual) tem uma exposição muito maior que os outros, não estou dizendo que homossexualidade é um erro, mas não deveria ser colocado como algo muito melhor que qualquer outra orientação sexual. Vemos famílias se destruindo entre si por dinheiro, sexo livremente, sem qualquer pudor. 
Só posso pensar que a aprovação disto seria mais um duro golpe, para acabarmos com essa instituição família, colocando nossos filhos em uma vida onde não existe certo ou errado, sem qualquer visão critica, a cada vez mais observo o quanto estamos sendo tragados pela vontade de nossos governantes em tornar nosso país em um verdadeiro caus. Precisamos nos levantar contra essa incrível onda de tentativa de acabar com nossas famílias, de forçar nossos filhos a se tornarem algo que provavelmente não terá futuro”.
Já Catarina Castilho, mãe de dois filhos, diz pela rede social, que é preciso ficar atento ao que as escolas apresentam no sentido de educação sexual aos nossos filhos. O plano não está fundamentado na biologia e sim em uma ideologia qualquer. Tem como objetivo doutrinar as crianças numa politica transversal de gênero, diversidade e tolerância. Imagine o que acontece na cabeça de uma criança quando na escola lhes dizem, ela não nasceu nem homem nem mulher, mas que pode transformar a sua identidade sexual segundo o seu desejo ou que ela tem direito a experimentar o prazer sexual acima de tudo, sem necessidade de criar nenhum vínculo.
O que aconteceu com a inocência, com o pudor, com o amor, com o enamoramento, com o valor de se entregar à outra pessoa. Dando-se respeito a si próprio e de formar uma família?
O mais grave deste programa é que estão violando o direito fundamental que temos nós pais de sermos os primeiros educadores de nossos filhos, educando-os segundo os nossos valores. 
Imaginem o que acontece quando enchemos as crianças e adolescentes de direitos, sem exigir deles os seus deveres e limites?
Não vamos permitir que manipulem a consciência dos nossos filhos. Pais de família isto é uma guerra e o campo de batalha é a mente e os valores de nossas crianças. Vamos agir imediatamente, conhecer o material que estão mostrando aos nossos filhos nas escolas.
O assunto é tão importante que os bispos do Brasil estão se manifestando a respeito do tema. Na diocese de Piracicaba, não foi diferente e em seu site a diocese reproduziu um texto do Bispo da Administração Apostólica Pessoal São João Maria Vianney (RJ), Dom Fernando Arêas Rifan, que a Folha de São Pedro reproduz na íntegra.
Compartilhar:
Enviar notícia por email
X
(O link da notícia será enviado automaticamente)
Sugerir correção para a Folha de São Pedro
X
(O link da notícia será enviado automaticamente)
Desenvolvimento de Sites
Guia São Pedro Online
Dr Pollyany
Desenvolvimento de Sites
Guia São Pedro Online
Dr Pollyany